Empresa cancela show por determinação do MP

Marcado para o domingo, dia 13 de dezembro a partir das 16 horas, na Chácara Noronha (*ler abaixo), o show com o grupo de samba e pagode ‘Oba Oba Samba House’ foi cancelado pela empresa L.A. Eventos, atendendo determinação do Ministério Público.

O dinheiro das pessoas que já haviam adquirido convite já está sendo devolvido.

As medidas de restrição e protocolo de saúde para evitar a transmissão do coronavírus foram os motivos pela decisão.

“Mudaremos a data do show. Apesar de haver um decreto municipal que permitiria a realização do evento, preferimos não realizar em razão do aumento dos casos de COVID-19 e do alto número de internações hospitalares na cidade. Vale o bom senso!”, resumiu o diretor da L.A. Eventos, que divulgou uma nota nas redes sociais anunciando a decisão.

“A LA Eventos informa que o Ministério Público não autorizou o show do grupo ‘Oba Oba Samba House’, que seria realizado em 13 de dezembro, mesmo existindo o Decreto Municipal n• 8.263, de 05 de outubro de 2020, que estabelece todas as normas do novo normal que seriam seguidas.

Informamos que o dinheiro das pessoas que compraram o convite, já está sendo devolvido.

Vamos aguardar as próximas orientações, pois mais uma vez, quem sofre com tudo isso é o setor de eventos!

Obrigado pela compreensão de todos!

Diretoria da LA EVENTOS”

LOCAL – Apesar de toda a publicidade estampada nas redes sociais  informar que o show aconteceria na Chácara Noronha, o proprietário do espaço, Leonardo Noronha (Keko) procurou a reportagem para garantir que não havia nenhum contrato assinado para que o show, com cobrança de ingresso, ocorresse em sua chácara.

Em nota ao radialista Reinaldo Nunes, no programa Acorda Assis, na Rádio Interativa, Noronha escreveu:

“Já lhe disse que está festa não seria em minhas chácaras, mas, mesmo assim você vem falando e continua afirmando que seria. Não temos nenhum contrato firmado no dia 13 de dezembro na Chácara Noronha.

Todas as lives, sim, foram feitas lá, sem público presente e nunca cobrei um centavo para a realização de todas estas lives durante a pandemia, pois seriam para uma causa justa as lives, que eram arrecadar ajudas para entidades .

Em nenhum momento você me ligou para obter informações se estava ou não alugada para está finalidade e eu, sim,  te liguei e você não poderia me atender porque estava em uma live.

Mesmo assim, eu lhe mandei uma mensagem durante o seu programa de rádio te falando que não seria realizada em minhas chácaras a festa e você continua falando que seria.

Nós, das Chácaras Noronha, em 25 anos de mercado, “nunca”. Eu disse ‘nunca’ alugamos as Chácaras com cobrança de portaria, pois nosso público são empresas e famílias. Eu disse: famílias e empresas!”

Keko Noronha – Proprietário das Chácaras Noronha
25 anos no Mercado em Assis atendendo Famílias e Empresas apenas 

04 dezembro oba oba

Check Also

A034 – Dois sepultamentos em Assis neste dia 12 de abril

Há dois sepultamentos programados para esta sexta-feira, dia 12 de abril, no Cemitério Municipal da …

Deixe uma resposta