Prefeito planeja reabrir a área de lazer do Horto Florestal nas próximas semanas

Uma ótima notícia para os assisenses que não têm opções de lazer aos finais de semana, principalmente na primavera e verão, quando as temperaturas são mais elevadas.

O prefeito José Fernandes, do PDT, voltou de São Paulo pré-disposto a reabrir a área de lazer nas próximas semanas.

Segundo comentários feitos a alguns assessores, faltam “alguns pequenos detalhes” para a Prefeitura Municipal anunciar conquista.

Entre os “alguns pequenos detalhes” estaria a segurança na represa que, no passado, resultou em mortes por afogamento e ações judiciais movidas contra o Estado pleiteando indenização por danos morais.

Uma alternativa estudada pela Prefeitura é ampliar a atividade delegada ao Corpo de Bombeiros e deslocar alguns profissionais para aquela área de lazer aos finais de semana.

Ainda não foi definido se haverá cobrança de acesso à área de lazer, como acontecia antes do fechamento do Horto Florestal à frequência de populares, mas a ideia do prefeito é não cobrar ingresso.

PROMESSA ANTIGA – A promessa de reabertura da área de lazer não é novidade para a população que espera, há anos, a tão esperada conquista.

No ano passado, à véspera da largada para a campanha eleitoral, o então prefeito Ricardo Pinheiro Santana, do PSDB, no dia 10 de junho, gravou um vídeo anunciando que o Estado havia cedido a área para o município de Assis e que a reabertura, poderia acontecer “em breve”.

O portal Assiscity, à época, postou a seguinte notícia, reproduzindo informação publicada no portal da Prefeitura Municipal de Assis:

“Nesta sexta-feira, 10, o prefeito de Assis, Ricardo Pinheiro Santana, divulgou um vídeo no qual informa que o Município de Assis recebeu autorização do Governo de São Paulo para utilizar cerca de 25 hectares do Horto Florestal.

O Decreto nº 62.007, de 8 de junho, foi assinado pelo governador Geraldo Alckmin e a responsabilidade do local é da Secretaria Estadual do Meio Ambiente. O Decreto permite o uso a título gratuito para o Município, que inclui a área de recreação.

Há muito anos o Horto Florestal está fechado e falta à população locais para diversão e entretenimento, devido também ao abandono do Poder Público de áreas como a piscina do Centro Social Urbano, o Parque Ecológico do Jardim Paraná e a Concha Acústica.

“O primeiro passo já foi dado. Nós já temos autorização para utilizar aquele espaço. Agora daremos um outro passo, que é verificar todas as condições para que seja reaberto à população, com muita segurança e tranquilidade, para que não tenhamos problemas no futuro, como já tivemos no passado”, afirma Ricardo Pinheiro Santana.

O texto animou a população, mas, infelizmente, a promessa, assim como várias outras anunciadas, também não foi cumprida.

Resta saber se agora a promessa, diferente do que aconteceu em 2016, sairá do discurso se tornará realidade.

A população torce e espera que que sim, principalmente os que não possuem renda suficiente para serem associados dos clubes da cidade e não têm a opção de desfrutar de piscinas e saunas nos dias quentes.

horto

 

Veja também

A161 – VOCEM se despede com empate no Paulista sub-20

Foi uma despedida honrosa do VOCEM no Campeonato Paulista da categoria sub-20. Na tarde desta …

Deixe uma resposta