UPA ‘Ruy Silva’ realiza primeiro parto em quase cinco anos de funcionamento

Funcionando desde 2014, a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) ‘Ruy Silva’, do Jardim Aeroporto, em Assis, realizou o primeiro parto da unidade na madrugada desta terça-feira, 30 de janeiro de 2019.

A gestante chegou de motocicleta à UPA, já em trabalho de parto ativo, acompanhada pelo marido.

A paciente deu entrada na recepção às 0h20 e foi levada imediatamente à triagem, onde a enfermeira constatou sangramento uterino e encaminhou a gestante diretamente ao consultório por ter sido classificada como urgência e emergência.

A mulher disse estar sentindo dores desde o período da manhã.

No consultório, a médica Lorrana de Sousa Landim Xavier, que estava de plantão na ocasião, fez o exame de toque e diagnosticou dilatação total de 10 dedos.

Imediatamente, o outro médico plantonista, Rone Éder de Souza Lima, encaminhou a gestante para a sala de emergência, ao mesmo tempo que a ambulância do SAMU foi acionada.

A médica Berenice Umbelino Gatti também fazia parte do plantão naquela madrugada e ficou atenta ao caso.

A paciente chegou à UPA sem nenhum documento e, portanto, os procedimentos da equipe foram de cautela máxima. “Como ela não tinha a carteirinha do SUS e nem o cartão do pré-natal, não era possível saber a idade gestacional. Dessa forma, a equipe de enfermagem já foi acionada e preparou todos os materiais, como oxigênio, caso a criança não nascesse bem e precisasse de socorro”, falou a doutora Lorrana.

Vinte minutos após a entrada da gestante na UPA, o bebê nasceu.

Foram feitos os testes e procedimentos normais de um hospital.

Embora a unidade não tenha a estrutura de uma maternidade, todos os procedimentos padrão para um parto foram adotados. “Uma equipe imensa trabalhou, talvez até mais médicos e enfermeiros do que se o parto fosse na maternidade”, disse a médica.

Bebê e mãe receberam os primeiros cuidados, como retiramento da placenta, corte do cordão umbilical, e acolhimento adequado à criança. “Nós até desligamos o ar condicionado da sala de emergência para receber o bebê com mais acolhimento”, enfatiza a médica Lorrana.

No momento em que a equipe médica e de enfermagem terminava de acolher a paciente e o bebê, a ambulância do SAMU chegou e encaminhou ambos para a maternidade da Santa Casa de Misericórdia de Assis.

A equipe médica da UPA que fez os procedimentos era composta dos profissionais Rone Éder de Souza Silva, Lorrana de Sousa Landim Xavier e Berenice Umbelino Gatti. Os profissionais de enfermagem foram: Luís Gustavo Dionísio, Edmeia Gonçalves, Daniele Alves Pereira, Jandira Lopes e Luís Clodoaldo Kechi.

parto_upa

Equipe da UPA que realizou o parto

Textos e foto: Glauciana Nunes

 Assessoria de Comunicação da UPA

Veja também

A224 – COPA PAULISTA – De virada, fora de casa, VOCEM vence vice-campeão da A-3 e entra na briga por vaga

O melhor presente para torcida do VOCEM, na véspera que o clube completou 70 anos …

Deixe uma resposta