Revelado em Assis, Mauro Junior é destaque do PSV no empate com Corinthians

Para os corintianos começou a temporada 2018.

A estreia como a tradição do clube: com sofrimento, emoção e vitória na cobrança de penalidades máximas.

O destaque no clube do Parque São Jorge foi o goleiro reserva de Cássio, Caíque França, que defendeu uma das penalidades máximas e garantiu a vitória o time alvinegro.

Mas, para os assisenses, o grande nome do jogo foi um atleta do PSV.

Mauro Jaqueson Júnior Ferreira dos Santos, de apenas 18 anos, envergando a camisa número 47 entrou na segunda etapa quando o clube europeu perdia por 1 a 0.

Com personalidade de atleta experiente, ele foi o ‘dono do time’ no segundo tempo. Cobrou falta, escanteios e foi o principal articulador de jogadas que resultaram em chances de gol.

Aliás, as melhores chances de gol saíram de seus pés, só interrompidas pelas defesas do arqueiro Caíque.

Nos minutos finais, o goleiro reserva alvinegro salvou dois gols do PSV. Primeiro, aos 43, evitou um gol de Mauro Júnior, que tocou de esquerda, no canto de Caíque, que se esticou todo para conseguir tocar, com a ponta dos dedos, para a linha de fundo. Nos acréscimos, Caique defendeu um chute de Malen com os pés. No rebote, Mauro Júnior chutou, mas Guilherme Romão, em cima da linha, afastou a bola.

Nos acréscimos, Mauro Júnior cobrou escanteio e, em meio à confusão na grande área, o PSV empatou, levando o jogo para a disputa de penalidades máximas.

Estranhamente, Mauro Júnior, apesar do desempenho em campo, não foi escalado pelo técnico Phillip Cocu para ser um dos cobradores.

Final: 5 a 4 para o Corinthians, que ganhou em ponto extra.

Com a transmissão em TV aberta para todo o Brasil, Mauro Júnior ganhou notoriedade por seu futebol e já passou ser cotado como mais uma grande promessa do futebol brasileiro.

REVELADO EM ASSIS – Natural de São Paulo, Mauro júnior viveu a infância e adolescência em Platina, onde mora sua mãe. O início de sua carreira como jogador de futebol, no entanto, foi em Assis, na escolinha de futebol ‘Moleque Travesso’.

O responsável por grande parte do sucesso na promissora carreira de jogador profissional do jovem Mauro Júnior é o ex-volante do Juventus da capital e VOCEM de Assis, João Carlos ‘Corina’, diretor da escolinha que funciona na rua Brasil, no estádio da antiga Ferroviária de Assis.

Com seus ensinamentos e olhar clínico, Corina descobriu e revelou o meio campista Mauro Júnior, o “Juninho”, inúmeras vezes convocado pela CBF para defender a Seleção Brasileira em torneios internacionais nas categorias de base Sub-17 e Sub-19. “Hoje, felizmente, o Juninho está no PSV da Holanda e já é uma realidade no futebol brasileiro, sendo observado por outros grandes clubes da Europa”, confirma, orgulhoso, o primeiro técnico do garoto, João Carlos Corina.

No início da carreira de Juninho, no entanto, foi difícil. “Ele chegou em nossa escolinha como uma pedra bruta, mas logo percebi que se tratava de uma joia rara”, explica Corina.

O treinador se lembra que, ao perceber a qualidade do garoto que chegava em sua escolinha, franzino, mas habilidoso, passou a fazer um trabalho diferenciado. “Assim que terminava o treinamento, eu chamava o Juninho de lado, conversava muito e pedia para ele aprimorar alguns fundamentos, principalmente os passes, lançamentos e finalizações”, diz o técnico. “Hoje, o Mauro Júnior está muito próximo da perfeição nesses fundamentos”, comemora Corina.

mauro junior

Mauro Junior, revelado em Assis, está no PSV

 

Veja também

A135 – Quatro sepultamentos em Assis neste dia 28 de maio

Há quatro sepultamentos programados para esta terça-feira, dia 28 de maio, no Cemitério Municipal da …

Deixe uma resposta