Professora e atriz Dayane Pazinato será sepultada às 16 horas

Está sendo velado na sala 4 do Centro Funerário São Vicente, na avenida Abílio Duarte de Souza, o corpo da professora e atriz Dayane Stefane Dutra Pazinato, de 31 anos, que morava no Conjunto Habitacional Assis IV, atrás do Terminal Rodoviário.

Há algum tempo, ela lutava contra um câncer e morreu na noite desta sexta-feira.

O sepultamento está marcado para às 16 horas, no Cemitério Municipal da Saudade.

Dayane, além de professora, integrava o Grupo Matulão de teatro amador e foi uma das atrizes da peça Rádio BR Imparcial, que percorreu os bairros da cidade num ousado projeto cultural. Também tinha participação ativa no Núcleo de Pesquisa em Expressão Corporal.

Ela era filha do músico e produtor Luizinho Pazinatto e da comerciária Rosana Dutra, que atua no Sindicato dos Comerciários.

HOMENAGEM – O Núcleo de Pesquisa em Expressão Corporal -NPEC- prestou uma homenagem a Dayane com o título “É hora de rever a cigana dançar.” (excerto de “Baseado em Afetos Reais”).

“Esta gitana, ora costureira das almas, já não dançará mais por entre os palcos da vida.

Mas, continua nos incendiando com sua presença, arte e, sobretudo, nos inspirando e encorajando a entender e fazer arte com paixão e fogo, nos fazendo ser coadjuvantes de sua grandeza cênica.

Dançou, encantou e hoje, num lampejo, se transforma numa fagulha celeste.

Que nossa arte não se desanime, mas se incendeie pelo seu brilho.

Evoé.

O NPEC lamenta a sua precoce partida e se solidariza com a dor de familiares e amigos”

Dayane

A atriz Dayane deixa o palco da vida aos 31 anos

Veja também

A212 – Um sepultamento em Assis neste domingo, 14 de julho

Há um sepultamento programado para este domingo, dia 14 de julho, no Cemitério Municipal da …

Deixe uma resposta