Prefeitura fecha unidade de saúde três dias para corte de árvores

A Unidade Estratégia Saúde da Família do Jardim Eldorado, que também atende moradores dos bairros Colinas e Nova Assis, está fechada desta a manhã de terça-feira e não deve reabrir antes de sexta-feira. O motivo do fechamento, que resulta na falta de atendimento aos usuários que procuram a unidade, é o corte de duas árvores de grande porte que corriam iminente risco de queda.

O que alguns usuários questionaram é por que o serviço não é realizado ao final de semana, sem interromper o atendimento médico e odontológico às centenas de famílias que residem no bairro de abrangência na periferia da cidade.

Uma das justificativas dadas é que a Prefeitura de Assis não dispõe de um caminhão munck capaz de elevar os operários a mais de 20 metros de altura. Uma empresa particular foi contratada e alugou o veículo com o equipamento, mas a mão de obra está sendo executada por funcionários municipais.

Os fortes ventos que passaram pela cidade na madrugada do último sábado, dia 19, derrubaram vários galhos pelo telhado da sala de atendimento odontológico e até na escola Coraly Júlia, que fica ao lado do prédio da saúde.

Antes mesmo dos ventos registrados no final de semana já era possível constatar os danos provocados no telhado, beiral e até mesmo nas janelas dos prédios antigidos por galhos que caíram sobre os imóveis.

OFICIAL – O comunicado sobre o fechamento da Unidade de Saúde nesses três dias foi feito pela Secretaria Municipal de Maio Ambiente.

Diz a nota emitida: “A Secretaria de Meio Ambiente de Assis iniciou na terça-feira, dia 22, o trabalho de corte de uma árvore de grande porte, localizada no interior das dependências ESF Colinas e Eldorado. Por este motivo, a unidade de saúde não está prestando atendimentos nos dias 22, 23 e 24 de maio, prazo em que se prevê a retirada total da árvore no local.

Por medidas de segurança, a Secretaria Municipal da Saúde comunicou que devido à ação, o atendimento no local será interrompido e retorna com o expediente ao público a partir de sexta-feira, 25.

O secretário de Agricultura e Meio Ambiente, Fábio Nossack, explicou que a retirada é necessária devido aos problemas já causados pela enorme árvore que prejudicou as instalações da ESF com infiltração e telhas quebradas. “Após análise criteriosa foi constatado que a árvore possui cupins e que deve ser retirada para prevenção e segurança das pessoas no local”, frisou o secretário.

Ele ressalta que outras árvores serão plantadas para repor, sempre em locais adequados para garantir a preservação e cuidados com a espécie”, completou o texto enviado à imprensa e que foi publicado no Jornal de Assis, edição desta quarta-feira.

Nas portas de acesso à ESF e da sala de atendimento odontológico há cartazes comunicando o período e motivos do fechamento das unidades.

arvore 1

Texto e foto: Reinaldo Nunes

Veja também

A226 – Três sepultamentos em Assis neste dia 24 de julho

Há três sepultamentos programados para esta quarta-feira, dia 24 de julho, no Cemitério Municipal da …

Deixe uma resposta