Por unanimidade, Câmara rejeita ‘saco de maldades’ do prefeito contra servidores municipais

Na pauta da Ordem do Dia da sessão na Câmara Municipal de Assis nesta segunda-feira, dia 3 de maio, estava a proposta do prefeito José Aparecido Fernandes, do PDT, que pretendia aumentar a contribuição previdenciária dos servidores municipais de 11 para 14%.

O projeto, chamado de ‘saco de maldades’ pelo vereador Fernando Sirchia, do PDT, foi rejeitado por unanimidade.

Apesar de ser do mesmo partido de Aparecido Fernandes, Sirchia tem se destacado com vídeos nas redes sociais e vem sendo apontado como principal opositor do chefe do Executivo.

Semanas atrás, o jovem parlamentar, de 23 anos,  chegou a desafiar Fernandes a mostrar alguma manifestação de solidariedade ou condolência aos familiares de vítimas da pandemia do coronavírus.

Agora, ao saber que o projeto de aumento da contribuição previdenciária dos servidores estaria na pauta, ele foi às redes sociais para antecipar seu voto contrário e denominou a proposta como ‘saco de maldades’ de Aparecido Fernandes.

A vereadora e servidora municipal Viviane Del massa, do PP, também gravou um vídeo e publicou nas redes sociais antes da sessão, anunciando seu voto contrário à proposta.

A votação era encarada como ‘primeiro teste’ para saber quem integra a base aliada do Poder Executivo no Legislativo.

Após a votação e a rejeição da proposta, o presidente do Sindicato dos Servidores Municipais, Paulo César Tito, o ‘Paulo Cuca’, contrário à proposta, agradeceu aos servidores pela mobilização e aos vereadores por votarem contra o projeto.

“Desde o início da atual administração, nós servidores municipais tivemos inúmeros direitos cortados. Não tivemos reajuste de salário real, além de perdermos outros tantos benefícios e não seria justo mais esse golpe contra a categoria”, protestou.

1175 não ao pl

 

 

Check Also

A034 – Dois sepultamentos em Assis neste dia 12 de abril

Há dois sepultamentos programados para esta sexta-feira, dia 12 de abril, no Cemitério Municipal da …

Deixe uma resposta