Lotado na tarde de domingo, Horto fecha portaria duas horas antes do previsto

Lotado na tarde de domingo, Horto fecha portaria duas horas antes do previsto e deixa centenas ‘na estrada’

Os números ainda não são oficiais, mas, visualmente, calcula-se que mais de duas mil pessoas tenham passado pela área de recreação do Horto Florestal neste domingo, dia 10 de dezembro.

O maior movimento aconteceu a partir das 14 horas, quando a fila de carros na portaria principal chegou a mais de 300 metros, obrigando os motoristas esperarem por cerca de meia hora.

Foi necessário um funcionário da organização se deslocar ao encontro dos motoristas para agilizar o processo de entrada. O portão que deveria ser usado apenas como saída foi aberto para desafogar a fila de entrada .

Por volta das 15h30, os organizadores decidiram fechar o portão, alegando excesso de lotação, apesar de ainda sobrarem vagas para veículos no estacionamento interno e espaço no gramado e área dos banhistas.

Talvez, por precaução, temendo não conseguirem atender a todos com segurança e satisfação, os organizadores decidiram bloquear a entrada, para tristeza de centenas de pessoas que chegaram até a portaria e tiveram que voltar.

Minutos depois, uma viatura da Polícia Militar foi estrategicamente posicionada a cerca de 200 metros antes da portaria e os policiais informavam que não era mais permitido o acesso.

Por volta das 16h30 o movimento na rodovia Assis-Platina de veículos em direção ao Horto Florestal era grande.

Pouco antes das 17 horas, quando muitos usuários deixaram a área de lazer e sobraram mais vagas nos estacionamentos internos, os organizadores reabriram a portaria e a situação foi normalizada.

O grande movimento na tarde de domingo e a decisão de fechar a portaria duras horas e meia antes do programado mostraram que a população adotou a área de lazer como opção ao final de semana, mesmo tendo que pagar um ingresso de R$ 6,00, mas, por outro lado, evidenciou que faltaram funcionários para atender a todos durante todo o horário programado.

ELOGIOS – Apesar do fechamento da portaria antes do previsto, que resultou em reclamação aos que não puderam entrar, quem chegou antes e conseguiu entrar na área de recreação do Horto Florestal, agora administrado pela Prefeitura Municipal, gostou do que viu e desfrutou bastante.

A limpeza, organização e segurança foram os aspectos mais elogiados.

Além dos 13 quiosques, alugados e ocupados durante todo o dia, dezenas de famílias optaram por levar uma churrasqueira móvel e caixas de isopor com bebidas para passarem o dia na beira da água. Quem chegou antes, conseguiu se abrigar na sombra das árvores existentes.

Boias coloridas e cordas sinalizando até onde os banhistas podiam se deslocar, garantem tranquilidade aos pais que podem deixar os filhos na água. Dois salva-vidas, atentos às margens, acionavam seus apitos quando alguém ousava ultrapassar os limites sinalizados.

Uma ambulância da Secretaria Municipal da Saúde permaneceu o dia todo estacionada ao lado do lago para eventual socorro e deslocamento.

Ou seja, o primeiro final de semana do novo Horto Florestal evidenciou que a cobrança de ingressos não foi motivo para impedir que milhares de pessoas pudessem se refrescar e divertir.

Muitos veículos com placas de cidades vizinhas também foram vistos estacionados.

Agora, o trabalho da organização para a próxima semana será aumentar o efetivo para atender a todos que se dirigirem ao Horto Florestal ou informar um limite máximo de público.

Veja também

A226 – Três sepultamentos em Assis neste dia 24 de julho

Há três sepultamentos programados para esta quarta-feira, dia 24 de julho, no Cemitério Municipal da …

Deixe uma resposta