Grávida demitida pelo Bradesco é reintegrada por ação judicial do Sindicato de Assis

O Sindicato dos Bancários de Assis e região venceu mais uma importante ação judicial a favor da categoria bancária. No dia 6 de junho, a Justiça condenou o banco Bradesco a reintegrar uma bancária que havia sido demitida em fevereiro deste ano, sem justa causa, mesmo estando grávida.

Em sentença, a Justiça determinou sua imediata reintegração, com todos os direitos e vantagens pertinentes a sua função, principalmente o plano médico, no prazo improrrogável de 3 dias a contar do dia da notificação, sob pena de multa diária, bem como condenou o banco a uma indenização por danos morais em favor da funcionária.

Nesta quinta-feira, 13 de junho, o banco cumpriu a sentença e a bancária retornou ao trabalho. “Estamos muito felizes com mais essa vitória. O Sindicato tem força graças aos bancários sindicalizados. Os bancários associados aumentam a nossa representatividade e, assim, podemos defender melhor os interesses gerais da categoria e também os casos particulares como este”, comemora Douglas Soares, diretor jurídico do Sindicato e bancário do Bradesco.

douglas bancários

Douglas Soares, dirigente sindical

Texto e foto: Ello Assessoria de Imprensa

Veja também

A221 – Morre o policial militar e radialista Maurão Nogueira

Morreu nesta sexta-feira, dia 19 de julho, aos 70 anos, o policial militar aposentado e …

Deixe uma resposta