Ex-secretária da Saúde critica política ‘com p pequeno’ na divulgação de verba

A secretaria municipal da Saúde do ex-prefeito Ricardo Pinheiro Santana, Denise Fernandes Carvalho, rompeu o silêncio que imperava desde que deixou o cargo, em 2016, para criticar o que considerou ‘política com p pequeno’ da atual administração. Ela se refera a divulgação oficial estampada no portal da Prefeitura Municipal sobre a visita do Ministro da Saúde, Ricardo Barros, à Marília, quando foi anunciada liberação de verbas para a Rede de Urgência e Emergência -RUE- programa criado e colocado em funcionamento pela equipe técnica comandada por Denise Carvalho.

No portal oficial da Prefeitura, a liberação de verbas para o programa foi anunciado como ‘conquista’ do vice-prefeito Márcio Veterinário -pré-candidato a deputado estadual. O título, para muitos, já cheira campanha eleitoral antecipada: “Márcio Veterinário conquista R$ 2.677.566,72 para Hospital Regional e Santa Casa de Assis”.

Diz a notícia publicada pela Prefeitura: “Em solenidade realizada nesta sexta-feira, 23, no auditório da Universidade Marília (UNIMAR), o ministro da Saúde, Ricardo Barros, anunciou a destinação de R$ 2.677.566,72 para as redes de urgência e emergência da Santa Casa e Hospital Regional de Assis. Desse montante R$ 633.242,88 vai para o Hospital Regional e R$ 2.044.323,84 para a Santa Casa. O pedido foi feito pelo vice-prefeito, Márcio Veterinário, ao deputado Federal, Fausto Pinato…”, diz o texto, que finaliza com o agradecimento do vice-prefeito: “Só tenho a agradecer ao Fausto e ao Ricardo. Agora, Assis entra de vez no radar do Ministério da Saúde. Mais importante que no encontro, o ministro ouviu com atenção mais reinvindicações (sic) que nós tínhamos. Inclusive, reforçamos a volta da Oncologia para o Hospital Regional, o Ricardo ouviu com muita atenção. O saldo foi imensamente positivo”, concluiu.

POLÍTICA COM P PEQUENO – Nem bem terminou de ler a ‘notícia’ publicada no portal oficial da Prefeitura Municipal de Assis, a ex-secretária Denise Fernandes Carvalho redigiu um texto, que repassou a amigos e circulou pelas redes sociais. Diz o texto:

“Colher os louros do trabalho dos outros é normal na política (com p pequeno) de alguns. Porém, não dá para aceitar o que vimos divulgado, inclusive no site da prefeitura de Assis.

A matéria é no mínimo equivocada, para não dizer outra coisa.

O Ministro da Saúde assinou a Rede de Urgência/Emergência da região do DRS IX, cuja micro região Assis pertence.

Essa Rede foi encaminhada em 12/2015 para o Ministério da Saúde, depois de um trabalho e estudo muito sério de todos os secretários de saúde -gestão 2013/2016- e dos prefeitos da época (leia-se Ricardo Pinheiro).

Foi um trabalho técnico e sem o compromisso da gestão passada não teríamos pressionado para que as outras quatro micro-regiões se organizassem.

Os recursos que foram apresentados dizem respeito às portarias do Ministério e não foi deputado, vice-prefeito ou prefeito que conseguiu; qualquer militante do SUS ou técnico da saúde que estude um pouquinho sabe fazer as contas que a portaria define.

Santa Casa de Assis, Hospital Regional e Santa Casa de Paraguaçu Paulista fazem parte dessa Rede, assim como Santa Casa de Marília, H.C. de Marília e Santa Casa de Adamantina.

Todos já sabiam, desde 2016, quanto iriam receber, desde que se adequassem a essa Rede.

Me mantive calada até agora pois, como militante do SUS, tenho a ética da verdade é do respeito aos outros gestores acima de tudo, porém é inaceitável que mentiras como essas sejam divulgadas.

Tenho certeza que a gestão atual de Paraguaçu Paulista, assim como a diretoria do Hospital Regional de Assis e a Santa Casa de Assis, idôneas que são, respeitam aqueles que de forma transparente, compromissada e “verdadeira”, trabalharam e lutaram para que essa Rede fosse implantada.

A todos os ex-prefeitos e ex-secretários de Saúde, meu respeito e minha admiração; aos atuais gestores a esperança de que todo esse trabalho não sofra nenhuma política de descontinuidade; aos que usam do empenho e trabalho de outros para “ganhar votos”, minha total indiferença; os senhores estão fazendo a velha política com p minúsculo”, termina o texto assinado pela ex-secretária da Saúde,
Denise Fernandes Carvalho.

verba RUE

Notícia publicada no portal da Prefeitura de Assis

Veja também

A119 – Gabriel Teixeira deixa o VOCEM uma semana após ser apresentado

O zagueiro Gabriel Teixeira (foto abaixo), de 22 anos, deixou o VOCEM uma semana após …

Deixe uma resposta