Cai a taxa de ocupação nos leitos de UTI-COVID na região de Assis

Diferente de cidades como Araraquara e Presidente Prudente, que atingiram a capacidade máxima de ocupação em leitos de Unidade de Terapia Intensiva nos últimos dias, os hospitais da região de Assis, nesta quarta-feira, dia 17 de fevereiro, apresentaram uma pequena queda de internações nas UTIs destinadas aos pacientes com COVID-19.

De acordo com monitoramento diário, realizado pela Divisão Regional de Saúde de Marília, nesta quarta-feira, o Hospital Regional de Assis tinha cinco dos dez leitos disponíveis, o que corresponde a 50% da taxa de ocupação. Na semana passada, todos os leitos estavam ocupados.

Na Santa Casa de Paraguaçu Paulista, quatro dos dez leitos tinham  pacientes nesta quarta-feira, o equivalente a 40% de ocupação.

Na Santa Casa de Assis, dos 15 leitos -entre particulares e SUS-, nove estavam ocupados, taxa correspondente a 60% de ocupação.

No Hospital e Maternidade, conhecido como ‘Dr. Zezinho’, a ocupação era de 75% com três dos quatro leitos tinham pacientes internados.

A redução de vagas ocupadas em leitos de UTI nem sempre é motivo para comemorar, uma vez que, às vezes, o leito passa a ser disponibilizado em decorrência do óbito de quem estava internado.

17 janeiro utiCaiu a taxa de ocupação na UTI do Hospital Regional

Check Also

A034 – Dois sepultamentos em Assis neste dia 12 de abril

Há dois sepultamentos programados para esta sexta-feira, dia 12 de abril, no Cemitério Municipal da …

Deixe uma resposta