Bancários terão aumento real garantido a partir de setembro

Graças ao acordo de dois anos conquistado pela Campanha Nacional Unificada de 2016, depois de 31 dias de uma greve história, a partir do dia 1 º de setembro, bancários de todo Brasil terão reposição total da inflação mais 1% de aumento real e, em meio a uma conjuntura de
desmonte trabalhista, preservou direitos até 31 de agosto de 2018.

Neste dia 28 de agosto, data em que se comemora o Dia do Bancário, o Sindicato dos Bancários de Assis e região comemora a conquista, apesar do cenário atual continuar desfavorável ao trabalhador, tanto das instituições privadas quanto públicas. Porém, a estratégia foi acertada diante da política de retirada de direitos pelo governo Temer com a reforma trabalhista e a terceirização irrestrita.

Para assegurar que a Convenção Coletiva de Trabalho não seja desrespeitada, por meio do desmonte da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho), o Comando Nacional dos Bancários entregou documento à federação dos bancos, aprovado na 19ª Conferência Nacional, para construção de um termo de compromisso “que proteja empregos, resguarde direitos históricos e que delimite os atos nocivos que podem advir das referidas leis e de outras que
ainda tramitam no Congresso Nacional”.

“Nossos direitos estão previstos na Convenção e garantidos até 31 de agosto de 2018. Não aceitaremos desrespeito e queremos deixar isso ainda mais acertado no termo de compromisso”, destaca o presidente do Sindicato, Helio Paiva Matos.

Ele ressalta ameaças como o trabalho temporário, o intermitente, a contratação de autônomos (PJ) e terceirizados, a responsabilização dos empregados em caso de teletrabalho, o risco de perda de direitos diante das mudanças da legislação trabalhista. A Fenaban
informou que precisa de um tempo para avaliar o documento e vai retornar ao Comando. “A união e mobilização da categoria foi essencial para garantirmos aumento real este ano, em
uma conjuntura difícil, de rebaixamento de salários e corte de direitos. Agora, a mesma forte mobilização se faz necessária para a não retirada de direitos”, conclama.

helinho

Texto e foto: Ello Assessoria de Imprensa

Veja também

A135 – Quatro sepultamentos em Assis neste dia 28 de maio

Há quatro sepultamentos programados para esta terça-feira, dia 28 de maio, no Cemitério Municipal da …

Deixe uma resposta