A144 – Morre o professor Edmo Carvalho, o ‘Parracho’

Morreu no início da noite desta quarta-feira, dia 5 de junho, na Santa Casa de Assis, onde estava internado, o professor Edmo de Carvalho, o ‘Parracho’, que estava com 75 anos de idade.

O velório deve ter início no final da noite desta quarta-feira, na sala 2 do centro Funerário São Vicente, na avenida Abílio Duarte de Souza.

Professor de Educação Física, Parracho foi técnico da equipe de atletismo de Assis por várias décadas. Ele era responsável por descobrir talentos e lapidá-los para as competições.

HISTÓRIA – Edmo de Carvalho nasceu em Santa Cruz do Rio Pardo, em 21 de novembro de 1948. Era formado em Educação Física em Lins e pós-graduado em Didática. Ainda pequeno, mudou-se para Maracaí, onde iniciou seus estudos e a paixão pelos esportes.

Lá, casou-se com Jacira, sua primeira namorada, e com ela tem dois filhos, Emanuel e Elton.

Em 1960, mudou-se para Assis, tornando a cidade seu lar.  

O pai, Toninho Carvalho, prefeito de Maracaí na época, se relacionava com muitas pessoas e algumas delas enxergou algo a mais no professor, sempre o alertava pela sua resistência e o interesse em brincar com as palavras e a matemática. Para sua época, o professor sempre foi a frente da maioria, tinha interesses distintos, inclusive em Psicologia.

Professor Parracho era um homem de coração nobre, comprometido, estudioso e pesquisador nato que criou uma escola para crianças especiais. Por muitos anos, funcionou no Centro Social Urbano, fazendo a diferença na vida de todas aquelas crianças e famílias, contribuindo para que Assis recebesse um prêmio da UNICEF.

Parracho sempre teve pessoas comprometidas ao seu lado, responsável por desenvolver técnicas, incentivando seus atletas e tornando-os campeões. “Eu e o professor Godinho, de matemática (também atleta) desenvolvemos alguns exercícios e algumas técnicas para aplicar nos meus atletas que foram o sucesso que foram”, dizia o professor.

Ele não pensava somente em desenvolver as habilidades de seus atletas, além do treinamento físico, ele trabalhava também o psicológico. “Os treinamentos que eram rígidos demais, duros demais, eu comecei a aplicar muita psicologia neles, tornando-os leves, transformamos meninos e meninas que tinham dificuldades”, comentou o professor.

Campeão na natação e no atletismo por inúmeras vezes, por volta dos anos 70, tornando seu tempo no esporte memorável, era notícia em todos os meios de comunicação da época.

HOMENAGEM – Edmo de Carvalho, o ‘Parracho’, foi homenageado durante os Jogos Regionais de Assis, em 2019.

Edmo Carvalho, o ‘Parracho’

Veja também

A175 – Festa junina na Unesp acontece nesta sexta-feira

“Coloque o seu chapéu e venha se divertir conosco!” Esse é o convite feito pela …

Deixe uma resposta