A042 – PDT derrete e PL vira a maior bancada na Câmara de Assis

Terminou no sábado, dia 6 de abril, a ‘janela partidária’ que foi o período estipulado pela Justiça Eleitoral para que os atuais vereadores pudessem mudar de legenda sem perder o mandato e concorrer às eleições de 2024.

O PDT, que tinha a maior bancada, com a posse de quatro vereadores eleitos em 2020, derreteu. Só vereador Fernando Sirchia, que é o presidente da legenda, permaneceu.

Alexandre Vêncio ‘Cachorrão’ criou e preside a comissão provisória do Avante e recrutou o vereador Jonas Campos, que deixou o Republicanos.

Vinícius Símili migrou para o PSB.

Pastor Edinho foi para o Republicanos, se juntando a Nivaldo da Pedalada.

O PL, que só teve o vereador Rogerinho Nascimento eleito, virou a maior bancada da Câmara de Assis, com a entrada de Vanessa Eugênio (ex-Republicanos), Gerson Alves de Souza (ex-PTB), e Douglas Azevedo (ex-Solidariedade).

O PSDB perdeu seu único representante do Legislativo com a migração de Fernando Vieira para o MDB.

O União Brasil também perdeu sua cadeira com a mudança do Tenente Gênova para o Podemos.

O PSD permanece com suas duas cadeiras sendo ocupadas pelos vereadores Ramão e Fabinho ‘Alerta Verbal’.

O PP permanece tendo uma vaga sendo ocupada pela vereadora Viviane Del Massa.

Segue a notícia após a publicidade…

Veja como ficaram distribuídas as cadeiras na Câmara de Assis com o fim da janela partidária:

PL – 4 cadeiras

Republicanos – 2 cadeiras

Avante – 2 cadeiras

PSD – 2 cadeiras

Podemos – 1 cadeira

MDB – 1 cadeira

PSB – 1 cadeira

PDT – 1 cadeira

PP – 1 cadeira

Plenário da Câmara de Assis/Imagem CMA

Veja também

A107 – Morre David Símili, aposentado do Fórum de Assis

Morreu no início da manhã desta quinta-feira, dia 16 de maio, na Santa Casa de …

Deixe uma resposta