794 – Polícia Civil prende suspeito pela morte de mulher deixada nua, à margem de córrego, no Assis III

A Polícia Civil de Assis agiu rápido e, em menos de 72 horas após um crime de feminicídio, prendeu um rapaz de 25 anos, suspeito pela morte de Andreia Aparecida Cruz (foto abaixo), de 41 anos, que foi encontrada morta e nua, na tarde de domingo, dia 24 de dezembro, à margem de um córrego, nas proximidades do Conjunto Habitacional Assis III.

Andreia: vítima de feminicídio

Na tarde desta quarta-feira, dia 27 de dezembro, horas após o sepultamento de Andreia, a Delegacia Seccional de Polícia Civil divulgou a prisão. “Diante da localização de um cadáver do sexo feminino e sem vestimentas, o qual estava em um córrego, que fica próximo a quadra de esportes do Bairro Assis III, com visíveis lesões corporais pelo corpo e suspeição de violência sexual, os policiais civis iniciaram diligências para apurar os fatos e identificar a autoria”, iniciou uma nota encaminhada à imprensa.

“No início dessa semana, os policiais chegaram a um suspeito, de 25 anos, que teve a prisão temporária decretada pela Justiça. Nesta quarta-feira, dia 27, o suspeito foi localizado e preso”, informou a Delegacia Seccional.

Antes de ser levado à Cadeia de Lutécia, o suspeito seria interrogado na Delegacia de Investigações Gerais.

Suspeito foi preso por policiais da DIG

O CRIME – O corpo da mulher foi encontrado por volta das 15 horas de domingo, dia 24 de dezembro, num córrego, próximo à rua Vitorino dos Santos, no Assis III.

Acionados, os policiais militares compareceram ao local e encontraram o corpo do sexo feminino, nu, boiando no córrego. Várias pessoas estavam no local, mas ninguém conhecia a vítima, que apresentava várias lesões pelo corpo, que só foi identificado após exame realizado no Instituto Médico Legal.

Veja também

A206 – Dois sepultamentos em Assis neste dia 11 de julho

Há dois sepultamentos programados para esta quinta-feira, dia 11 de julho, no Cemitério Municipal da …

Deixe uma resposta