Nova sinalização na rua Humberto de Campos é criticada; Prefeitura justifica, mas vereador adverte: ‘vai dar merda’

Cuidado, motoristas, motociclistas e ciclistas!

Quem estava acostumado a trafegar na rua Humberto de Campos, em direção à vila Xavier, sem parar nos cruzamentos até chegar à rua São Paulo, agora será obrigado a parar na esquina da rua Cândido de Oliveira Carvalho para dar preferência aos que estiverem naquela via secundária e que bem menos movimento.

A mudança, feita sem aviso prévio pelo Departamento Municipal de Trânsito, aconteceu no final de semana e recebeu dezenas de críticas nas redes sociais.

Um morador do Parque Universitário, acostumado a passar pela rua Humberto de Campos, na manhã de sábado, estranhou a mudança, fotografou a nova sinalização e fez um desabafo numa rede sociais: “Cuidado com a rua Humberto de Campos com a Cândido de Oliveira Carvalho! Agora é pare pra quem está vindo de uma rua certa pra uma rua morta. Eu hem!!!”, postou.

As críticas foram muitas após essa postagem.

Daniel Kelly Regis escreveu: “Palhaçada, senhor Prefeito! Reveja isto urgente”, cobrou.

Nivaldo Santos emendou: “Meu Deus! Tragédia anunciada”.

Jacira Rodrigues Castanharo escreveu: “Tá louco quem aprovou isso”, e completou: “nunca essa rua foi assim”.

Outra moradora comparou. Disse Roberta Camargo: “Af, só mexem onde está bom, onde está dando certo! Já a Felix de Castro, mão dupla com estacionamento dos dois lados, tem fluxo violento, alta velocidade, várias empresas manobrando seus carros, camionetes e caminhões o dia todo, caos no hora de saída de saída alunos do Colégio Adventista, etc e não fazem nada. E olha, que já houve várias reivindicações. Mão única sentido bairro-centro desde a rotatória da Sebastião Mendes de Brito até o Posto GD seria maravilhoso!”, sugere ela.

André Luís Viana foi mais duro em seu comentário: “Lamentável! Esses caras não sabem administrar bos… nenhuma. Coloca qualquer ‘orelha de porco’ pra cuidar do trânsito da cidade”, atacou.

Uma moradora do Parque das Flores lembrou que “até agora a rua Sergipe, esquina com Mato Grosso está sem pintura do solo. Vai ter acidente. Outra coisa: não tem placas indicando os nomes das ruas. Falaram que iriam colocar na cidade toda e aqui não chegou!”, cobrou Eliane de Oliveira

VAI DAR MERDA – No entanto, a crítica pública mais pesada à mudança na sinalização da rua Humberto de Campos partiu de um vereador. Valmir Dionízio, que se aposentou como policial rodoviário. usou a rede social para mandar um recado curto e grosso: “Prefeito José Fernandes, POR FAVOR reveja isso! URGENTE! Não existe essa possibilidade. A rua Humberto de Campos foi, é e será sempre preferencial…. Vai dar merda!”, advertiu.

O vereador prometeu: “Vou cobrar do DEPARTAMENTO, pois segundo o Código de Transito Brasileiro, em seu Artigo 88, ‘nenhuma via pavimentada poderá ser entregue após sua construção, ou reaberta ao trânsito após a realização de obras ou de manutenção, enquanto não estiver devidamente sinalizada, vertical e horizontalmente, de forma a garantir as condições adequadas de segurança na circulação”, fundamentou.

Outros leitores foram irônicos. Marcelo Sequesi ‘elogiou’: “Ficou uma merda. Parabéns!!!”

Uma moradora das imediações da mudança disse ter se assustado com a nova sinalização: Escreveu Helena Conde Garzim: “Ontem, passei por lá e levei um susto! Achei um absurdo ter que parar numa preferencial! Também acho que tem que rever”, propôs.

Teve mais críticas. Elza Azevedo disse: “Eu quase bati o carro ali. Onde já se viu colocar um pare numa rua preferencial? Quem teve essa ideia de gerico?”, questionou.

Para Geni Ferreira “essa (mudança) é uma grande idiotice. Tal qual a que foi feita na rua José Teodoro, transformando um quarteirão em mão dupla sem a menor necessidade!”, lembrou.

 

JUSTIFICATIVA – Na manhã desta segunda-feira, no programa Acorda Assis, na Rádio Interativa FM, o secretário municipal de Planejamento, Obras e Serviço, Clóvis Marcelino da Silva, se manifestou a respeito das críticas.

Justificou ele: “Existe uma reclamação enorme em relação ao trânsito na Humberto de Campos quanto a velocidade dos veículos especialmente naquele quarteirão. Fizemos uma reunião com os moradores, que solicitaram uma redução da velocidade”, explicou.

Sobre a legislação, disse o secretário: “Não existe nenhuma situação que impeça de seccionar uma avenida, tirando a preferência da mesma para segurança. Outras ruas já foram transformadas do mesmo jeito e surtiram efeitos positivos”, falou.

Marcelino da Silva estranhou as reclamações nas redes sociais e tentou justificar a mudança naquele local: “Porque, depois, já existem os rebaixamentos das ruas que cruzam a Humberto de Campos e, naturalmente, a velocidade já diminui”, resumiu.

1099 humberto de campos horiz

Nova sinalização na rua Humberto de Campos

Veja também

A124 – Sepultamentos em Assis neste dia 22 de maio

Há dois sepultamentos programados para esta quarta-feira, dia 22 de maio, no Cemitério Municipal da …

Deixe uma resposta