Entidades programam manifestação contra a Reforma da Previdência em Assis; bancos estarão fechados

Representantes do Sindicato dos Bancários, Sincomerciários, Apeoesp, Funcionários do Judiciário de Assis e Cândido Mota, Sindicato dos Servidores Municipais de Assis, Cândido Mota e Maracaí, SindSaúde, Sintunesp, Adunesp, Sindicato dos Frentistas e Trabalhadores Rurais de Assis, Conselho Regional de Psicologia se reuniram na tarde desta quinta-feira, 30 de novembro, para tratar da Mobilização Nacional que acontece no dia 5 de dezembro.

‘Passado o desmonte trabalhista – que ainda está sendo alterado por medida provisória que já conta com mais de 900 emendas – o foco da retirada de direitos agora é a Previdência pública. A nova proposta de Temer pode ser votada em 6 de dezembro. Precisa da aprovação de 308 dos 513 parlamentares da Câmara dos Deputados, em dois turnos de votação, para depois seguir para o Senado’, justificam os manifestantes.

“O governo diz que fez mudanças para melhorar a proposta, mas na realidade continua tudo na mesma: se passar o que Temer e seus aliados querem, cada vez menos pessoas conseguirão se aposentar. Também insistem em falar em déficit para convencer a população de que se não houver mudanças, ninguém mais vai se aposentar. Mas especialistas comprovam que não há déficit se o governo pagar sua parte que deve para a seguridade social, aliás, vem retirando recursos para outras finalidades”, criticam.

Para os líderes do movimento programado para Assis, “o governo também poderia fazer caixa taxando grandes fortunas ou acabando com a sonegação. Mas, não. Segue perdoando bilhões em dívidas dos bancos, o setor mais lucrativo do Brasil, enquanto propõe economizar às custas dos trabalhadores. Muitos deputados estão contra e temos chance de virar esse jogo. Por isso, no dia 5, estaremos todos unidos e mobilizados”, explicam.

“Presidente, ministros, deputados, senadores. Alguns dos mais privilegiados por aposentadorias milionárias querem acabar com esse direito para quem trabalha. Por isso, no dia 5 de dezembro, o Brasil vai se mobilizar para dar um recado bem claro aos que ainda têm dúvida: quem votar contra o direito dos trabalhadores se aposentarem, nunca mais será eleito!”, finalizam os representantes do movimento.

Em Assis, está programada uma série de atividades na terça-feira, dia 5 de dezembro.

A concentração inicial acontecerá às 8 horas no portão principal da Unesp, câmpus de Assis, onde haverá um ato com pronunciamento de alguns representantes do movimento. Logo depois, em passeata, os manifestam seguirão pela avenida Dom Antônio e rua José Nogueira Marmontel em direção à agência do INSS, na avenida Nove de Julho, onde haverá um novo ato.

Na sequência, os manifestantes se reunirão na praça da Catedral, de onde seguem, em nova caminhada, até a praça Arlindo Luz, percorrendo agências bancárias e comércio em geral com distribuição de panfletos criticando o projeto de Reforma da Previdência.

As atividades prosseguirão no período da tarde, com novo ato às 14 horas, em frente ao prédio do Fórum, na vila Xavier.

Logo depois, os manifestantes se dirigirão até Cândido Mota, onde haverá uma concentração em frente ao Fórum daquela cidade.

BANCOS FECHADOS – Na terça-feira, dia 5 de dezembro, as agências bancárias de Assis estarão fechadas. Não haverá atendimento aos clientes e usuários, que terão como opção apenas o auto-atendimento.

reunião reforma prev

Manifestantes reunidos para programar o ato contra a Reforma da Previdência

Texto e foto: Ello Assessoria de Imprensa

 

Veja também

A222 – Sepultamentos em Assis neste dia 20 de julho

Há dois sepultamentos programados para este sábado, dia 20 de julho, no Cemitério Municipal da …

Deixe uma resposta