Em jogo ‘truncado’ pelo árbitro e com a volta do público, VOCEM empata no Tonicão e fica a uma vitória do acesso

Neste domingo, dia 17 de outubro, marcado pela volta do torcedor ao estádio Antônio Vianna Silva, em Assis, depois de dois anos e dois meses sem público por conta dos riscos de transmissão do novo coronavírus, o VOCEM empatou com a Matonense sem gol numa partida em que sobraram reclamações da torcida e diretoria mariana contra a atuação do árbitro Salim Fende Chavez pelo grande número de interrupções e cartões aplicados.

Agora, o ‘Esquadrão da Fé’ precisa vencer o segundo e decisivo confronto, em Matão, no próximo domingo, para chegar à decisão do título do Campeonato Paulista da Série B, a ‘Segundona’, e garantir o acesso à Série A-3 em 2022.

“São duas equipes do mesmo nível. Temos condições de conseguir o resultado em Matão e alcançar o nosso principal objetivo, que é o acesso”, garante o confiante técnico Paulo César ‘PC’.

No jogo deste domingo, com cerca de 800 torcedores no estádio, divididos nas duas arquibancadas, o VOCEM começou a partida melhor e teve duas chances para abrir o placar em investidas do meio campista Favela.

Na primeira, ele cruzou forte na área, mas os atacantes Marcus ‘Uberaba’ e Joãozinho Felipe não conseguiram chegar a tempo para o cabeceio e a bola saiu pela linha de fundo.

A principal chance caiu no pé direito do próprio Favela que, desequilibrado, dentro da pequena área, chutou por cima da meta, para desespero do torcedor.

Com o jogo truncado no meio campo, com muitas faltas marcadas, nove cartões amarelos, sendo seis para o VOCEM (Diego ‘Bebê’, Matheus ‘Pitbul’, Joãozinho Felipe, Nathan, Caio e o técnico PC) e três para a Matonense (Kaio, Leonardo e Gabriel Henrique), além de três expulsões: Gabriel Neves e Caio pelo VOCEM e Otávio da Matonense, o árbitro Salim Fende Chavez conseguiu provocar a ira do presidente do Lauro Valim.

Ao final da partida, cara a cara com o árbitro, segundo registrado na súmula, Valim teria dito: “Seu vagabundo! Você estragou nosso trabalho. Veio mandado ‘filho da
p…. Vou f… você na Federação. Já liguei na Federação e você não apita mais”, acusou Chavez.

Segundo o árbitro, o dirigente “teve que ser contido e segurado por membros de sua comissão e pelo policiamento”, relatou.

O árbitro informou ainda que, no deslocamento em direção ao vestiário, no final da partida, os jogadores Gabriel Neves e Caio, do VOCEM, teriam dito: ” Você me f…. Vocês são fracos e vão se f…”.

Na súmula, consta que Gabriel Neves ficou frente a frente com o árbitro “e precisou ser contido pelo policiamento e membros de sua comissão técnica”.

Chaves finalizou o registro na súmula dizendo: “Informo ainda que eu, árbitro da partida, me senti ofendido com as atitudes relatadas”.

Além das muitas paralisações com anotação de faltas e aplicação dos cartões. No tempo que a bola rolou, o goleiro Eugênio, do VOCEM, precisou contar com a sorte. Após defender um chute forte, a bola escapou e bateu no seu travessão. “Foram a defesa e a sorte que não levarão ao acesso”, contou ele, após a partida.

A grande quantidade de alterações nos dois times também contribuiu para a partida ser interrompida muitas vezes.

O técnico Paulo César ‘PC’ fez quatro mudanças: Caio no lugar de ‘Uberaba’, Andrey na vaga de Kaíque, Otacildo no lugar de Nathan e Matheus ‘Pitbul’ na vaga de Raphael Stard.

O treinador da Matonense, Marcos Campangnolo, trocou cinco atletas: Luiz Cláudio no lugar de Lucas, Otávio na vaga de Wellington, Luís Henrique no lugar de Vítor Hugo, Dênis na vaga de Davi e ainda Bruno no lugar de Luís Cláudio.

Com isso, dos 90 minutos de jogo, a bola só rolou por 65 minutos, sendo 33 no primeiro tempo e 32 na etapa final.

O VOCEM empatou com a Matonense, jogando com: Eugênio; Nathan, Diego ‘Bebê’, Klaidher e Gabriel Neves; Favela, Paulinho e Raphael Stard; Kaíque, Marcus ‘Uberaba’ e Joãozinho Felipe.

Com o empate em Assis e a vantagem de ter encerrado a primeira fase com pontuação melhor do que o VOCEM, a Matonense jogará domingo, em Matão, beneficiada por um novo placar igual.

OUTRA – No outro confronto válido pela semifinal do Campeonato Paulista da Série B, no estádio Paulo Constantino, em Presidente Prudente, o União Suzano venceu o Grêmio Prudente por 3 a 2, com gols de Neto e Wallace para o Grêmio.

Felipe, Denner e Patrick foram autores dos gols do União Suzano, que poderá até perder por uma diferença de um gol em seu estádio, no próximo domingo, para alcançar o acesso e decidir o título.

favela contra Matonense

Favela teve a melhor chance para o VOCEM

Foto: Ana Ferreira/SME

eugenio contra matonense

Eugênio teve firmeza e sorte na meta do VOCEM

Foto: Ivanzinho Melo

Veja também

A208 – Seis sepultamentos em Assis neste dia 12 de julho

Há seis sepultamentos programados para esta sexta-feira, dia 12 de julho, no Cemitério Municipal da …

Deixe uma resposta