Alunos da Unesp entram em greve por tempo indeterminado

Em assembleia realizada na segunda-feira, dia 28 de maio, os alunos da Unesp, campus de Assis, deliberaram iniciar uma greve por tempo indeterminado a partir da terça-feira. Segundo os estudantes, o objetivo principal da greve é ‘lutar contra o fim da Unesp”.

Eles se juntaram aos professores e servidores da universidade, que já haviam decidido paralisar as atividades em assembleias realizadas na sexta-feira. “Agora, estamos todos parados”, contam.

Na manhã desta terça-feira, um grupo de alunos se concentrou na avenida Rui Barbosa para distribuir panfletos na Feira Livre da Praça da Mocidade e comércio da região central.

“Os estudantes da Unesp de Assis se juntam a várias categorias de nosso país e também cruzam os braços em greve. Junto com os trabalhadores da universidade, estamos lutando contra o projeto do Governo estadual e da Reitoria da Unesp de destruição da faculdade pública, gratuita e de qualidade”, explicam os alunos. Segundo eles, “o reitor está propondo sua ‘Minuta de Sustentabilidade’, que congelará por cinco anos todos os investimentos da universidade em contratação, salário e muitos outros pontos, que significará o verdadeiro fim da Unesp”, criticam.

A pauta de reivindicação dos estudantes é longa, mas, basicamente, eles exigem o ‘cancelamento total da Minuta de Sustentabilidade da reitoria e uma Auditoria pública e ampla das contas da Unesp, entre outras reivindicações”.

O panfleto distribuído aos populares na avenida Rui Barbosa convida a comunidade a se juntar “na defesa de uma verdadeira educação pública de qualidade no país”.

greve alunos unesp

Alunos da Unesp de Assis realizaram panfletagem

Foto: Gustavo Gomes Frazão

Check Also

945 – EXCLUSIVO – Na UTI, ex-prefeito Ézio Spera aguarda por cateterismo

O ex-prefeito de Assis, médico pediatra Ézio Spera, encontra-se internado na Unidade de Terapia Intensiva …

Deixe uma resposta